Toda empresa tributada pelo lucro real e pessoa física que declara pelo formulário completo pode contribuir para realizar projetos culturais, como o Estante de Histórias, utilizando o mecanismo da Lei de Incentivo à Cultura, que permite ao contribuinte pessoa física direcionar até 6% do imposto devido e à pessoa jurídica até 4%.

Para empresas, há duas formas de apoiar um projeto: por meio de doação ou de patrocínio. A doação é um repasse sem retorno de imagem para o incentivador. O patrocínio é um repasse com retorno de imagem. Além de viabilizar a realização de um projeto, o patrocinador se beneficia de estratégias de comunicação, assinando o patrocínio com sua marca e inserindo sua imagem associada ao projeto selecionado.

Para pessoas físicas, o apoio é sempre uma doação: é a decisão de aplicar uma parcela do imposto de renda devido em um projeto cultural para o qual a pessoa queira contribuir e acompanhar como parte de seu imposto está sendo utilizado.

Ter acesso aos benefícios das Leis de Incentivo é muito fácil, entre em contato com a VR Projetos Culturais para conhecer as melhores iniciativas disponíveis para incentivo. Para isso, basta informar as localidades de atuação, temas de interesse e orçamento disponível para juntos verificarmos as leis que podem ser utilizadas por sua empresa e quais são os melhores projetos e estratégias para realizá-los.

Além da Lei de Incentivo à Cultura existem outras, como a Lei de Incentivo ao Esporte, a Pronas e Pronon e ainda os incentivos municipais e estaduais.